quarta-feira, 7 de junho de 2017

Por que você malha todos os dias?


conversa vai
conversa vem
ela olha bem nos meus olhos e pergunta:

- claudinha, por que você faz ginástica todos os dias?
é porque você gosta ou é pra emagrecer?

- faço para não enlouquecer, respondi com um largo sorriso no rosto! :)

o exercício físico entra na vida da gente
como um remédio controlado que você deve tomar todos os dias
para o resto de sua vida
simples assim!

fácil não é
confesso que tem que ter muita força de vontade
disciplina
disponibilidade
e sempre colocar como prioridade
pois achar uma desculpa boa para não ir
é a coisa mais fácil do universo!

sabe quando a ansiedade
a tristeza
a raiva
estão prontas pra te pegar?
então essa é a hora de sair do lugar e pedalar, correr, malhar
vale qualquer atividade que te tire do lugar
que você mexa, sinta aquela dorzinha que te faz lembrar que você está viva
que te faça transpirar, limpando os poros
aí você pega a toalha e esfrega no rosto fazendo um pieling sem cremes

nos dias alegres você chega disposta a conversar
em outros você só coloca o fone de ouvido e segue sua ficha
mas vale lembrar que o pré-aula e o pós-aula também fazem parte do pacote
pois ali você tem a chance de conhecer novas pessoas
de trocar ideias
de cativar amigos que podem ir muito além daquele espaço

existem vários rituais
umas pessoas vão só para tirar fotos e postar nas redes sociais
não fazem nada além de enrolar e ocupar um aparelho
outras vão pra malhar pesado
querem crescer, ter muitos músculos, querem ficar definidas fisicamente falando
outros já chegam carregando o peso de querer emagrecer, emagrecer, emagrecer...
outros entram tipo no pacotão que é
malhar, tirar fotos, conversar, sair do lugar
e principalmente não precisar de antidepressivos

ó que lindo
escrevi e quando fui revisar é que percebi que não tinha incluído o "emagrecer" na lista
o foco que a gente coloca nas coisas é um trem muito doido!
primeira vez na vida que o meu foco não é mais esse
se emagrecer bem
se não emagrecer pelo menos que não engorde
e que me deixe com mais ânimo para viver bem a vida

estou naquela fase de evitar movimentos bruscos
emagrecer? tem certeza? 5 quilinhos? tem certeza?
preste bem atenção porque o que cair não levanta mais
e as rugas nesta etapa amam esse movimento!

engordar? tem certeza? 5 quilinhos? tem certeza?
tá maluca? comeu cocô?
preste bem atenção porque engordar nessa fase é tenso
e você só vai voltar a emagrecer quando a velhice realmente chegar
e a carinha de buldogue surgir no seu espelho

que tenso hein?
sim...
tenso... muito tenso...

então o que fazer?
uai
continue a remar e siga em frente
que depois da curva a gente vê o que vai dar! rs

boa sorte pra mim e pra você!
beijos
claudinha

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Nossas memórias...



















quando perdemos as pessoas que amamos muito cedo
nossas histórias
nossa visão
nossas lembranças ficam super limitadas
principalmente quando não se tem irmãos para ajudar nas recordações

saí com meu filho
e pela milésima vez fui contar um caso do papai
e ele disse que já sabia
aí fiquei pensando que o meu leque de lembranças é muito pequeno
e deve ser por isso que fotografo tudo
tento escrever histórias
e conviver com meus filhos e minha família o máximo possível

pra mim fotografar não é só fazer pose
e muito menos uma modinha que vai passar
pra mim tem a importância de um documento
um livro de histórias em quadrinhos
que me faz ver e sentir emoções
isso, 
a fotografia tem o dom de nos fazer sentir
simples assim :)

passeando com meu filho consegui contar um caso novo
pois passamos bem em frente ao lugar que vende frango assado há mais de 40 anos
contei que seu avô todos os domingos parava ali para comprar um franguinho
e levar para o almoço na casa da minha avó
historinha simples
que encheu meu coração de alegria e muitas saudades

o tempo não garante boas histórias
o tempo não garante amor e nem cumplicidade
mas com certeza nos proporciona mais oportunidades
de convivência
amadurecimento
compreensão
e maturidade

ai ai
o tempo não volta
o tempo não traz de volta
mas a fotografia é um santo remédio
quando as boas lembranças vão se apagando de nossa memória <3

beijos
claudinha

segunda-feira, 29 de maio de 2017

mudanças ao longo do caminho


























vamos lá tentar colocar em palavras
sentimentos e pensamentos envolvidos em cada laçada desta colcha de crochê

o Face me trouxe uma lembrança bonita
de uma convidada muito especial
que contou de uma forma simples e emocionante
suas memórias da primeira casa em que morou
minha sogra viveu 67 anos
e ao longo deste caminho morou em 6 casas
uma delas que eu não sabia
foi justamente onde meu marido nasceu
e ele é assim
tem sempre uma história nova pra contar
adoro!

essa vibe me fez pensar nas casas em que já morei
só consegui fechar a lista colocando no papel
até agora foram 17
nu!!!!!
por isso tatuei uma casinha sendo levada por balões
mudar de rua, cidade, país é sempre uma aventura
que para muitos pode causar sofrimento
mas que traz novos ares
novas oportunidades
como uma nova chance de recomeçar
fazer diferente
conhecer novos lugares
novas pessoas
peneirar o que não cabe mais na sua história
isso vale tanto para mesas e cadeiras
como para roupas
e pessoas que já deixaram de fazer parte há tempo e você nem sabia!

nesse balanço você tem a chance de reciclar os pensamentos
vivenciar novos costumes
encarar novos desafios
deixar pra lá muitos mimimi´s que você jurava que eram importantes
pois o que lhe cabe aqui pode não ter a mínima utilidade acolá
as certezas vividas em um lugar podem perder completamente a graça em outro
interessante isso...

mudar é vida
mudar é ganhar oportunidades
mudar é deixar pra lá o que não tem mais importância
mudar é aprender a valorizar pequenas coisas
mudar é mergulhar no desconhecido
mudar é ter histórias novas para contar
mudar é apurar nosso "sivirol"
mudar é crescer e passar de fase
mudar é sair do lugar
meu desejo é que essas mudanças não terminem nunca
e que sempre venham trazendo esperança e amadurecimento

conta aí
e você
quantas vezes já mudou
de casa
de cidade
de país
de mundo!

delícia de vida gente ;)

beijos
claudinha


sexta-feira, 26 de maio de 2017

Chá das cinco com Raphael Amaral





















e o "Chá das cinco" está de volta ao Blog Rosa - Claudinha
com imensa alegria ele volta a ser servido todas as sextas-feiras
trazendo convidados especiais
que nos brindam com textos, pensamentos e reflexões como a de hoje

meu convidado é praticamente ligado na tomada
bailarino e professor de spinning
parece que não para nunca
adora fotografia como eu
e quando o assunto é selfie nos divertimos fazendo carão
(ainda vou aprender isso com ele!)
super articulado
antenado nas coisas do mundo
vive a vida com liberdade
é o "Magali" mais magro que eu conheço (que ódio! rs)
tem o dom de cativar as pessoas e fazer pensar

então te convido a dar uma pausa no seu dia
pegar uma xícara de chá
acomodar-se no sofá
e refletir através das palavras de meu convidado Raphael Amaral

beijos
claudinha

*imagem da internet
















Impagáveis Cobranças
Raphael Amaral
  
A cobrança nos prepara, apavora ou é apenas mais uma lei da vida?
Vivemos num contexto aonde nossas dívidas não são apenas aquelas que recebemos via correio,
mas sim, uma lista infinita de cobranças/padrões sociais, estéticos, profissionais, financeiros, sentimentais.

Estude,
trabalhe,
namore,
conquiste,
alcance,
emagreça,
coma,
viaje,
"melhore".

Mude,
engravide,
compre,
faça,
venda,
não sofra,
aprenda,
"melhore".

Quando não somos cobrados, cobramos do próximo.
As vezes pro bem, as vezes por comparação, ou simples prazer.

Precisamos mesmo pagar esta dívida até o fim dos nossos dias?